BAHIA NO AR
Roque Santhos




Roque Santhos
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

Vereador Marcelino se emociona ao falar que sua mãe também foi empregada domestica

Política - Atualizado em 02/04/2013 16:17h


Vereador Marcelino (foto: Eriks Trabuco)

 “Sou de uma família de duas meninas e o único homem. Quando via minha mãe chegar fora do horário habitual do trabalho, sabia que mais uma vez, havia sido demitida e, ainda por cima, humilhada, sem direito algum. E, isso, refletia diretamente em mim o sentimento de impotência, o que me fez trabalhar muito cedo e nunca apagar da memória tais acontecimentos”.

Essas foram às palavras emocionadas do petista, Marcelino ao falar do ganho histórico e reparatório da Presidente Dilma que garante através do projeto de lei 66/2012 a regulamentação das relações trabalhistas dos serviços domésticos.  

Dona Geraldinha da Conceição, mãe de Marcelino, trabalhou parte de sua vida como empregada doméstica. Para o filho, hoje vereador essa é uma conquista que representa que, assim, como sua mãe,  6,6 milhões de mulheres serão respeitadas.

O projeto de lei que deve ser promulgado nesta terça-feira, 02, prevê o estabelecimento de uma jornada de trabalho, o pagamento de horas extras e o recolhimento do FGTS pelo patrão.

O Brasil começa a escrever uma nova história.

Comente
Comentários
+ Notícias

FOTOS
MARINA MANTEGA, a filha do ministro Guido Mantega
Todos os Direitos reservados ao BAHIA NOAR 2013 © | E-mail: contato@bahianoar.com | Desenvolvido pela Loup Brasil.