Entretenimento

Nova versão de "Meu Pedacinho de chão" resgatará temas proibidos em 1971

07 de Abril de 2014 - Bahia no ar

Nesta segunda (7), a Globo estreia "Meu Pedacinho de Chão", trama assinada por Benedito Ruy Barbosa e com direção de Luiz Fernando Carvalho. Segundo o autor, que escreveu uma trama de mesmo nome que foi exibida em 1971 na TV Cultura e na TV Globo, a nova versão não se trata de um remake.

"Mantive o título e o nome de alguns personagens, mas a história e as questões tratadas são diferentes. Especialmente pela forma de contar. Na primeira versão, que foi exibida na ditadura, não podia tratar de alguns temas por causa da censura", lembrou, acrescentando que, desta vez, abordará greves de professores e médicos por atraso de salário, por exemplo.

Benedito lembrou que na primeira versão da novela teve 12 capítulos censurados. "Fui falar com o censurador e acabei preso. Fiquei 45 minutos preso", afirmou.

Na versão atual, a fictícia Vila de Santa Fé – onde a trama é ambientada – é a representação do mundo lúdico de Serelepe (Tomás Sampaio) e Pituca (Geytsa Garcia). "Serelepe é como uma testemunha da resistência do lirismo e da memória. Quando imaginei o vilarejo onde se passa a novela, pude sentir que tudo ali existe daquela forma por estar sendo filtrado e constituído pelo olhar da infância de Serelepe. Tudo aquilo seria um grande brinquedo dele", explicou.

Segundo Carvalho, a novela, além de inovar por ter um cenário fixo, também inova pelo formato. "É uma aposta, com 100 episódios. Benedito faz uma dramaturgia que tem em média 20 personagens, com cenários que não montam e desmontam", disse o diretor.

A história de "Meu Pedacinho de Chão" se passa no vilarejo de Vila de Santa Fé, onde o poderoso Coronel Epaminondas (Osmar Prado) iniciou a venda de pequenos lotes de terras para outros sitiantes das redondezas, como Pedro Falcão (Rodrigo Lombardi).

Contrário ao progresso, Epaminondas torna-se inimigo de Pedro Falcão, que defende o contrário. Ele, aliás, doou um pedaço de chão que comprou do coronel para que nele fossem construídas uma venda e uma capela.

"Espero que as pessoas se divirtam, riam e se comovam com a novela", contou Benedito, a quem Carvalho foi só elogios: "Sou uma espécie de tradutor da síntese do Benedito, não exatamente um diretor. Entendo o que ele pretende passar e então me coloco generosamente a seu serviço". UOL.

Comentários

Outras Notícias

[Michel Temer passa por pequena cirurgia em São Paulo]
Política

Michel Temer passa por pequena cirurgia em São Paulo

13 de Dezembro de 2017

Segundo informações do hospital, o tempo de recuperação é de até 48 horas.

[Paraíso: Duda assume crime para livrar Clara da cadeia]
Entretenimento

Paraíso: Duda assume crime para livrar Clara da cadeia

13 de Dezembro de 2017

Clara quase será presa por um crime cometido pela ex-sogra.

[Justiça vai avaliar pedido de anulação do júri de Kátia Vargas]
Geral

Justiça vai avaliar pedido de anulação do júri de Kátia Vargas

13 de Dezembro de 2017

Na decisão que aceitou avaliar o pedido de recurso, a juíza intimou o MP-BA a apresentar, em até oito dias, as razões para à anulação.

[Homem é preso após esfaquear ex-namorada de 13 anos no centro-norte do Estado ]
Policial

Homem é preso após esfaquear ex-namorada de 13 anos no centro-norte do Estado

13 de Dezembro de 2017

O autor do crime está custodiado na carceragem da 14ª em Irecê

[Mais duas ruas de Camaçari recebem nova pavimentação asfáltica]
Cidades

Mais duas ruas de Camaçari recebem nova pavimentação asfáltica

13 de Dezembro de 2017

Do total de ruas, cinco já foram entregues, oito estão em andamento e 18 por iniciar

[Prefeitura de Simões Filho realiza 1º Campeonato de Futsal Feminino]
Cidades

Prefeitura de Simões Filho realiza 1º Campeonato de Futsal Feminino

13 de Dezembro de 2017

O campeonato segue até janeiro

Rádio

Acessar rádio

Categorias