Vereador reclama de salário em sessão

Postado em 17 de abril de 2010 por saintclair23 em Esporte, Esporte Clube Bahia

Depois da eleição da vereadora Luiza Maia (PT) para presidente da Regional Litoral Norte e Região Metropolitana da União dos Vereadores da Bahia (UVB), o vereador Cleber Alves (PT) destacou a importância de ter um grupo unido para defender os direitos da classe.

Cleber Alves considera injusto que deputados tenham salários superiores aos dos vereadores, além de benefícios com gasolina, auxílio-moradia e liberação da cota de passagens áreas.

“Na hora do sufoco a população não encontra por perto deputados e senadores”, comentou na Câmara.

Por lei, os vereadores devem receber uma verba de gabinete para o pagamento dos salários de assessores diretos, auxílio paletó e alimentação.

Como, por definição, os vereadores moram nas cidades em que trabalham, eles não recebem auxílio moradia.

Para Cleber, um vereador é muito cobrado e pouco reconhecido.

“Quando acontece um problema na cidade, os primeiros a chegar ao local somos nós”, ressalta.

Na opinião de Cleber, os vereadores recebem pouco para a demanda de problemas do município.

“A lei diz que é errado ajudar financeiramente as pessoas, mas eu que não atenda o povo para ver o que me acontece”, informou.

O vereador Elinaldo Araújo (DEM), concordou com a colocação de Cleber Alves e fez questão de divulgar o salário.

“Todos pensam que ganhamos muito, mas nosso salário é de 6 mil bruto e com os descontos fica quase R$ 5 mil”, diz.

Cálculo do salário de um vereador: Assim como a quantidade de vereadores na Câmara, o salário deles é determinado pelo número de habitantes do município.

Nas cidades com até 10.

000 habitantes, os salários devem ser no máximo 20% do salário do deputado estadual.

Em localidades entre 10.

001 e 50.

000 habitantes, no máximo 30%.

Entre 50.

001 e 100.

000, no máximo 40% do subsídio do deputado estadual.

Entre 100.

001 e 300.

000 habitantes, no máximo 50% do subsídio do deputado estadual.

Em municípios de mais de 500.

000 habitantes, no máximo 70% do subsídio do deputado estadual.

Por essa razão, os salários têm grande variação.

fonte:nossa metróple

TÓPICOS: ,

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado.

Copyright © 2010-2015 Bahia no AR.

Produzido pela Loup Brasil