Morreu na noite de ontem (3) em Laranjeiras, na Zona Sul do Rio de Janeiro, o radialista, sambista e compositor Elton Medeiros. Elton tinha 89 anos e foi vitimado por complicações decorrentes de uma pneumonia.

De acordo com informações do sobrinho do artista, Medeiros já havia sido internado por um mês em um hospital de Copacabana e voltou para casa para receber cuidados a domicílio.

Entretanto, na segunda-feira (2), o sambista voltou a passar mal e foi levado para a Casa de Saúde Pinheiro Machado, onde morreu por volta das 20h15, na terça-feira (3).

Sobre Elton Medeiros

Elton Medeiros começou sua carreira de compositor sendo fundador da ala dos compositores da escola de samba ‘Aprendizes de Lucas’. Seu samba “Exaltação a São Paulo” foi considerado um dos melhores da história da escola. Porém, é através das reuniões no Zicartola (famoso restaurante musical localizado em um sobrado na Rua da Carioca) que Elton Medeiros criará suas principais obras.

Elton teve contato com grandes nomes da história do samba, a exemplo de Cartola, Nelson Cavaquinho, Zé Ketti, Ismael Silva e Paulinho da Viola,  este último se tornou seu principal parceiro musical.

Entre os principais sambas de Elton Medeiros, destacam-se clássicos como “Peito Vazio”,  “O Sol Nascerá” (em parceria com Cartola), “Pressentimento”  (com Hermínio Bello de Carvalho), “Mascarada” (Zé Ketti) e “Onde a Dor Não Tem Razão” (com Paulinho da Viola).

0 0 voto
Article Rating