Abrace Camaçari emite nota de repúdio sobre o ato covarde contra menor na Gleba A

Hoje (18) é o Dia de Combate ao Abuso e à Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes

Nesta sexta-feira (18) o projeto Abrace Camaçari emitiu uma nota de repúdio sobre o crime registrado no bairro da Gleba A, na noite desta quinta-feira (17), em Camaçari, na Região Metropolitana de Salvador.

NOTA DE REPÚDIO

“O projeto Abrace Camaçari repudia veementemente o ato covarde contra uma criança, ocorrido na última quinta-feira (17/5) no município, no bairro Gleba A. Esta sexta-feira (18/5) é justamente o Dia de Combate ao Abuso e à Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes, data que o olhar da sociedade civil deve estar voltado ao enfrentamento à violência.

É inadmissível que casos, como o da jovem, ainda aconteçam. Neste momento, as políticas públicas podem estar ao lado da família, como na prestação de atendimento psicológico à família através do Centro de Referência em Assistência Social (CRAS)”.

Na oportunidade, o Abrace Camaçari é solidário com a toda a família e está à disposição neste momento de profunda dor. O projeto vai acompanhar de perto os desdobramentos do caso, que chocou a cidade, e espera que o culpado seja encontrado e que se cumpra a justiça.

18 DE MAIO

O Dia de Combate ao Abuso e à Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes, faz referência a um crime bárbaro contra uma criança de 8 anos ocorrido no ano de 1973, na cidade de Vitória, no Espírito Santo, que ficou conhecido como o “Caso Araceli”.

Segundo o Ministério dos Direitos Humanos a proposta do 18 de maio é destacar a data para mobilizar, sensibilizar, informar e convocar toda a sociedade a participar da luta em defesa dos direitos sexuais de crianças e adolescentes.

4 Comentário

  1. Esse tipo de lixo irreciclavel na minha opinião não te cura,ainda temos que pagar pra esse vagabundo ficar preso.pena de morte pra ele.quero ver os direitos humanos agora,para quem realmente é humano.

  2. Direitos humanos para humanos; de fé de coragem,de trabalhadores que sustenta suas famílias dignas, direitos humanos para quem é gente que ama gente e não faz violência contra os outros.
    Agora onde está os direitos humanos para afagar os familiares e pedir justiça ao monstro imbecil, que fez esta barbaridade numa pobre inocente.
    PARABENS DIREITO DOS DESUMANOS, VOCÊS SAO DIGNOS DOS DIREITOS DOS HUMANOS.

  3. que crueldade , é só uma criança ,na fase de brincar , estudar e ser feliz , vem um brutamonte e tira o sonho interrompe uma vida , o mundo as vezes se torna cruel na verdade não é o mundo e sim as pessoas que vive nele , vamos orar mais pelas nossas familia para que Deus possa nos proteger de tanta crueldade .

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*