Ademar Delgado comenta sobre habitação e construções irregulares em Camaçari

O ex-prefeito ainda criticou o presidente Jair Bolsonaro: “ele é um despreparado”.

Divulgação

Aproveitando os últimos registros de desabamentos de prédios no Rio de Janeiro por causa das fortes chuvas na cidade carioca, o ex-prefeito de Camaçari, Ademar Delgado, comentou sobre as construções irregulares no programa Bahia No Ar 1ª Edição desta segunda-feira (15), desta vez destacando a situação no município, e iniciou criticando a atual gestão presidencial.

“A primeira grande tragédia do ano foi a eleição de Jair Bolsonaro. Ele é um despreparado e a gente vê as ‘barbeiragens’ dele a cada momento. Em seguida, tivemos a do Rio de Janeiro onde prédios desabaram com vítimas fatais. Por isso é preciso que o governo local esteja atento para a infraestrutura da cidade, preparando Camaçari para evitar os alagamentos. É preciso também que tenha uma política forte de habitação”, destacou durante o seu comentário.

Para o ex-prefeito, o processo de construção de habitações populares em Camaçari foi grande durante a gestão dos ex-presidentes Luiz Inácio Lula da Silva e Dilma Rousseff (PT) e relembrou sua luta por melhorias quando comandava a cidade. “O Ministério que eu mais frequentei foi o da Cidade. Nós entregamos muitas habitações, já hoje não temos conhecimento de novas entregas, salvo aquilo que nós deixamos pronto e que não pudemos entregar”.

Ademar Delgado reforçou ainda que é necessário a participação da sociedade para que haja uma pressão e assim garantir a permanência do programa ‘Minha Casa, Minha Vida’. “É preciso que haja uma pressão para intimidar o governo central e assim não deixar morrer um projeto tão importante que foi e que será para o Brasil”, disse.

Em seu comentário, Ademar aproveitou ainda para fazer um comparativo entre a sua e a atual gestão de Camaçari. “Nos quatro anos que administramos, foram poucos casos de pressão popular por habitações irregulares, porque nós tínhamos o que oferecer, tínhamos uma posição firme de fiscalização. O que me deixa triste é saber que a classe política local ampara esse tipo de construção irregular”.

Para o ex-gestor municipal, a busca pela união da sociedade por habitação de qualidade é a solução para que a fiscalização atue de forma adequada a fim de extinguir as construções irregulares no município e concluiu afirmando: “queremos o bem-estar da população”.

8 Comentário

  1. Grande tragédia foi terem eleito esse sr. para prefeito de Camaçarí, não fez nada e consequentemente não foi reeleito. Ainda bem.

  2. Acabaram com a fiscalização do uso do solo em Camaçari. Hoje a cidade é terra de ninguém. A SEDUR é inepta e está servindo apenas para liberar licenças a torto e a direita. Fiscalizar invasões.

  3. Camaçari nunca esteve tão bem como agora, o petista tá é com raiva pq o partido de merda dele tá caindo, e o iludido quer falar oq do mito Bolsonaro? Isso e seu partido de merda só fez foi roubar o Brasil.

  4. Ademal, se eu fosse vc, diria que esse cara que foi entrevistado não é vc, é um clone fabricado pela oposição, pra não ter que passar vergonha.

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*