Aeronáutica investiga causa da queda de avião em Maraú

Os investigadores militares já começaram a "ação inicial" da apuração.

Foto: Divulgação

A Aeronáutica começou a investigar, nesta sexta-feira (15), o acidente de avião que matou a jornalista Marcela Brandão Elias, de 37 anos, e deixou outras nove pessoas feridas. Investigadores do Segundo Serviço Regional de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos (Seripa II) já estão em Maraú.

A Seripa II é um órgão regional do Centro de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos (Cenipa) que coleta dados a partir da análise de partes da aeronave, fotografias da cena, reunião de relatos de testemunhas e documentos. O Cenipa, por sua vez, vai apontar as causas do acidente.

De acordo com assessoria da FAB, os investigadores militares já começaram a “ação inicial” da apuração. A investigação tem o objetivo de prevenir que novos acidentes com as mesmas características ocorram.

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*