O ex-presidente do PT, em Camaçari, Anderson Santos, foi um dos entrevistados do programa Conectado, apresentado por Roque Santos.

Na ocasião, Anderson criticou e apontou os principais erros da sigla que consequentemente contribuíram para o desgaste da mesma nos últimos anos. O ex-dirigente pontuou que no partido existem várias correntes que divergem entre si, em relação algumas ideias e condutas e afirmou que mesmo na época em que era filiado a sigla , já chamava atenção sobre a necessidade do partido fazer uma auto-crítica sobre algumas questões e relações.

Anderson lembrou que na década de 90, a bandeira principal que o PT defendia era da anti-corrupção e da ética, porém em 2005 com o escândalo do mensalão, o partido não fez uma auto-crítica e deu abertura para que escândalos semelhantes ocorressem posteriormente.

“No dia a dia da militância você ia percebendo, que determinadas questões que eram importantes no partido, como por exemplo o compromisso com as decisões partidárias não eram cumpridos”, falou.

O ex-petista criticou também, a política econômica do governo Dilma Rouseff, que segundo ele, em meio a crise, insistiu muito na política de benefícios principalmente no setor industrial, mas não apostou nas políticas sociais para a classe trabalhadora, postura que também contribuiu para o desgaste do governo e para o impeachment da presidente.

 

0 0 voto
Article Rating