Angelina Jolie pode entrar para a política

Angelina é enviada especial do Alto Comissariado da ONU para Refugiados (Acnur), além de militar em questões de violência sexual e conservação ambiental.

A atriz americana Angelina Jolie deu a entender que pensa em entrar para a política. Nesta sexta-feira, 28, durante entrevista ao programa de rádio “Today”, da BBC, nela disse que descartaria essa hipótese há 20 anos, mas que hoje vai aonde sua presença for necessária.

Angelina é enviada especial do Alto Comissariado da ONU para Refugiados (Acnur), além de militar em questões de violência sexual e conservação ambiental. A atriz conversou com o apresentador Justin Webb sobre diversos temas delicados, como política americana, redes sociais e crise dos refugiados.

Segundo ANSA, ao ser questionada sobre um futuro na política e, em particular, sobre uma possível corrida à Casa Branca, respondeu: “Se você tivesse me perguntado há 20 anos, eu teria dado risada. Sempre disse que vou aonde precisam de mim… Não sei se estou preparada para a política”.

Quando Webb sugeriu que seu nome pode estar na lista de pré-candidatos à Presidência pelo Partido Democrata, Jolie apenas riu e não negou nem confirmou. Em fevereiro deste ano, uma revista australiana chamada “New Idea” havia dito que a atriz estava deixando Hollywood por uma carreira política. Segundo a reportagem, uma fonte disse que Jolie trabalharia como conselheira do governo britânico

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*