Após cassação de prefeito e vice, eleitores de Pilão Arcado voltarão às urnas neste domingo

Para a eleição suplementar serão aceitos eleitores não biometrizados, considerando que o município se encontra em fase de revisão biométrica até 18 de fevereiro de 2020.

O município de Pilão Arcado, sediará uma nova eleição para os cargos de prefeito e vice-prefeito no próximo domingo (2/2), das 8h às 17h.

Segundo informações do Tribunal Regional Eleitoral (TRE-BA), estão habilitados para votar no pleito 25.331 eleitores que possuíam cadastro eleitoral em situação regular e com domicílio eleitoral em Pilão Arcado até 4 de setembro de 2019 (151º dia anterior à data fixada para a eleição, de acordo com a Lei n.º 9.504/97, art. 91, caput).

Os 25.331 eleitores do município estão distribuídos em 77 locais de votação, totalizando 127 seções e uma seção especial – para eleitores com dificuldade de locomoção. Para a eleição suplementar em Pilão Arcado serão aceitos eleitores não biometrizados, considerando que o município se encontra em fase de revisão biométrica até 18 de fevereiro de 2020.

Vale ressaltar que o novo pleito na cidade ocorrerá após os mandatos do prefeito do município de Pilão Arcado, Manoel Afonso Mangueira, e de seu vice, Daltro Silva Melo, terem sido cassados pela Justiça Eleitoral. A acusação é de terem sido beneficiados com a prática de abuso de poder político e econômico, caracterizado na contratação massiva de servidores em período vedado pela legislação eleitoral.

Para esta eleição suplementar, duas coligações tiveram candidaturas deferidas pela 195ª ZE:

Coligação “Pilão quer mudança”: Raimundo Nonato Dias Santos (prefeito) e Raimundo Ramos (vice-prefeito).
Coligação “Unidos o Trabalho Continua”: Orgeto Bastos dos Santos (prefeito) e Jessé Alves Filho (vice-prefeito).

3 Comentário

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*