Após empatar com o Fortaleza, Roger admite: “Coletivamente o time não foi bem”

O Tricolor ficou na sétima colocação com 31 pontos

O Bahia ficou no empate em 1 a 1 com o Fortaleza, na tarde deste domingo (15), na Arena Fonte Nova. Depois do apito final, Roger Machado analisou a atuação do Bahia na partida. O técnico explicou que o time não conseguiu conciliar o resultado com o rendimento em campo.

“Foi uma partida extremamente disputada. Fico frustrado, porque gostaríamos de vencer, mas comemoro um ponto, porque o Fortaleza foi superior em alguns momentos. Fortaleza nos induziu para o jogo interno, para onde fomos e eles roubavam a bola para contra-atacar. Usamos pouco os laterais para dobrar pelos lados. A maioria dos gols que sofremos foi em transição ou bola parada, o que significa que organização não é problema. Nem sempre vamos conciliar resultado e rendimento. Hoje estiveram descolados. Vamos procurar melhorar”, disse.

O treinador também comentou sobre o desempenho de dois atletas que foram substituídos, Lucca e Guerra. “Não opto só por uma equipe de transição e velocidade. Eu busco o equilíbrio. E o Lucca me dá esse equilíbrio. Guerra teve um pouco de dificuldade para encontrar seu espaço no jogo para conseguir criar”.

Já sobre as vaias da torcida ao lateral-esquerdo Moisés, o comandante preferiu destacar a tarde ruim de toda a equipe. “Moisés fez um grande jogo contar o Vasco. Hoje, coletivamente, o time não foi bem, então alguns jogadores que precisam de combinação de jogada acabam sofrendo mais”.

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*