Após morte de irmão, empresário denuncia situação do HGC

O empresário Nilton Novaes, em contato com o programa Bahia no Ar, nesta quarta-feira(16), contou a situação que seu irmão Otaniel Novaes Caldas, conhecido como Alan Fotógrafo, passou no HGC- Hospital Geral de Camaçari.

Segundo o relato, Otaniel foi internado no Hospital, no dia 21 de dezembro de 2018, para realizar uma pequena cirurgia no dedo do pé e acabou sendo contaminado, tendo o pulmão afetado, seu sangue contaminado, ao que levou a uma infecção generalizada.

Como o paciente necessitava realizar um exame cardíaco, chamado eco com doppler e o hospital não faz o exame,a família teria tentando retirá-lo para fazer o procedimento em outro hospital, mas apara isso necessitava de um exame com o cardiologista que estava de férias.

Otaniel teve que ser retirado do pré-operatório e foi levado para o setor de emergência, onde segundo Nilton, tem mau cheiro, não tem ventilação e pacientes com diversas patologias se aglomeram no local. “Com isso ele se contaminou, pegou pneumonia, caiu na corrente sanguínea dele e de lá ele saiu no caixão”, relatou.

Ele pediu que o município faça uma intervenção junto ao Governo do Estado, responsável pelo hospital, para solicitar que algo seja feito para evitar que outras mortes aconteçam por pessoas que estão esperando por atendimento.

Nilton disse que no momento a família não sabe se vai tomar medidas judiciais, mas que ele quer fazer da morte do irmão um ato de salvar vidas. ” Queremos que as autoridades alertem para um caso gravíssimo que esta acontecendo no HGC”, disse.

Para o radialista Roque Santos o governo do Partido dos Trabalhadores tem responsabilidade pela situação do hospital, que é administrado pelo governo petista, e que já teve a oportunidade de melhorar a situação quando ainda estava na gestão do município o ex-prefeito da cidade Caetano, que era aliado ao ex-presidente Lula, a ex-presidente Dilma e ao ex-governador Wagner. “O que é que Governo do Estado tem feito pela saúde de Camaçari? briga por cargos”, disse.

Ouça a entrevista completa aqui.

24 Comentário

  1. Minha mãe se deu alta,por falta de atendimento adequado…se continuasse lá,morreria!! Lá precisa fzer melhorias em todos os sentidos urgente!!!! principalmente de profissionais, muitos são desumanos…nem parece que lidam com vidas…e a questão tbm de falta de condições trabalho.

  2. Triste a morte do rapaz, mas prefiro ler em outro site, pois roque Santos trabalha para o atua prefeito da cidade que também abandonou a saúde municipal aumentando mais a demanda do hgc, mas não adianta falar da prefeitura roque Santos não está permitindo falar do dem de camacari, e ele sempre irá tentar resuicitar alguma coisa ligada ao PT (após a chegada das redes sociais ninguém se passa enganado por rádio ou sites)

  3. Quem tem condição em tirar deste hospital, façam logo, mesmo eles não autorizando… o meu irmão tb era para retirar o dedo, não deram medicamentos. .. e quando fizeram amputação, deixaram o osso amostra… foi infectado! !! Vendemos os bens e pegamos dinheiro emprestado e encaminhamos para o particular!!! Se não o meu irmão tinha morrido ou perdido além do dedo a perna tb…

  4. Ignorante, aí é do estado e n do município. Abre os olhos e a consciência e cobra desse governador fanfarrão q o povo da BA o reelegeu com mais de 75%, ele sim é culpado . Aliás ,culpados são seus fãs q são cegos ,surdos e mudos .

  5. Boa noite
    Precisei usar dos serviço do HGC é fiquei oooorrrorizadaaa banheiro na presta a sala vermelha com infiltração água pigando por todo Cuarto e sem leito pra os internados dois senhores internados teve qui passar a noite na quele lugar qui eles chamam de recepção dividindo o corpo de uma carteira pra outra fora alguns infermeiros qui fumava cigarros bem na porta do hospital o cheiro no caso fedor entrava hospital á dentro uma vergonha precisa ser interditado uuurgente .dia 18. 02. 2019

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*