Após revés para o Corinthians, Roger classifica à arbitragem como “desastrosa”

O Bahia volta a campo contra o Botafogo, na próxima quarta (25), na Arena Fonte Nova

“Perder é do campeonato. A gente trabalha sempre para que isso não aconteça. Mas, da forma como ela aconteceu hoje, é frustrante. Não quero tirar o mérito da vitória do adversário, que trabalhou por isso. Hoje foi o dia em que senti vergonha alheia. Significa que senti vergonha pelo árbitro que estava em campo, pela forma como estava conduzindo um jogo com um pênalti não dado, que poderia nos dar vantagem, depois um pênalti marcado corretamente a favor do Corinthians e, depois quatro minutos para revisar um lance, que gerou nossa penalidade. Permitiu que o atleta do nosso adversário, depois de atendido, entrasse do mesmo lado da bola, que estávamos atacando. O atleta roubou a bola; depois, na jogada, tomamos dois cartões. Quatro minutos para revisar o VAR, seis substituições na partida e cinco minutos de acréscimo. Isso só prova a fragilidade técnica do árbitro. Agora, diante disso tudo, certamente a comissão de arbitragem não vai colocar mais o Dewson para apitar jogos da gente. Mas deveria. Deveria ser no próximo jogo, para ver se ele consegue fazer melhor do que hoje, mas vai ser muito difícil isso acontecer. Não quero tirar o mérito da vitória do adversário, mas hoje, com relação à arbitragem, foi desastrosa. Para não qualificar com outros adjetivos”, declarou.

Na opinião do comandante tricolor, o Esquadrão de Aço teve uma boa atuação em campo mesmo com o revés que encerrou a sequência invicta de nove jogos da equipe.

“Nós jogamos muito bem. Muito bem perto do que os nervos da partida poderiam fazer com que saíssemos do jogo. Ficamos com 11 em campo, questionamos a arbitragem como tem que questionar, porque fazia uma arbitragem de baixo nível, mas nos mantivemos focados. Nos deu oportunidade de empatar num lance de compensação, que não tive nem coragem de comemorar, fiquei vergonha. Depois o segundo gol, que a gente analisa melhor depois. Dar parabéns à equipe, por ter enfrentado um grande adversário direto neste momento. E ter atuado bem, mesmo tendo sido derrotado”, explicou.

O Bahia volta a jogar no Brasileirão contra o Botafogo, na próxima quarta-feira (25), na Arena Fonte Nova.

31 Comentário

  1. Quero novidade a arbitragem não deixa Corinthians nem Flamengo cai em crise ele perde duas partida na proxi podem escreve eles ganham todo mundo já sabe disso isso já vem do topo da pirâmide e quem está no topo CBF já tem os seus árbitro certo pra esses momento serem escalando mais em fim estámos no Brasil

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*