Assessor afirma que contava dinheiro na casa da mãe de Geddel Vieira

O assessor chegou a ser preso, mas foi liberado após pagar fiança.

O assessor Job Ribeiro, ex-funcionário do deputado Lúcio Vieira Lima, revelou que contava dinheiro na casa do ex-ministro Geddel, irmão de seu antigo patrão, em depoimento à Polícia Federal.

Segundo informações do G1, a polícia encontrou as digitais de Job nas cédulas dos R$ 51 milhões encontrados em um apartamento em Salvador, atribuído ao ex-ministro. O assessor chegou a ser preso, mas foi liberado após pagar fiança.

Ribeiro afirma que quantias entre R$ 50 mil a R$ 100 mil chegavam, geralmente, em envelopes de papel pardo. A contagem era feita em uma sala separada da residência. Ele disse, ainda, que não o sabia de onde vinha o dinheiro e nem para onde era mandado depois.

4 Comentário

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*