De acordo com um novo balanço do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), divulgado na terça-feira (30), a Bahia foi o segundo estado com o maior número de pessoas beneficiadas pelo Auxílio Emergencial de R$ 600. Segundo o órgão, 61,2% dos baianos contaram com o benefício durante o mês de maio.

O IBGE aponta que, em maio, a Bahia ficou atrás somente de São Paulo no ranking dos estados brasileiros. O órgão informou que 9,1 milhões de baianos foram de alguma forma atendidos pelo Auxílio Emergencial. O montante recebido pela população do estado ficou em torno de R$ 2,4 bilhões, no mês de maio. O valor equivale a 10,3% da verba nacional.

Ainda conforme apontou a pesquisa, a cada dez baianos, seis receberam o auxílio e, pelo menos 180 mil residências de famílias com baixa renda, nenhum morador recebeu o auxílio.

No entanto, mesmo com mais de 60% da população recebendo o Auxílio Emegrncial, existem pessoas que ainda não conseguiram o benefício.

Outras informações

Na Bahia, quase 70% de todos os recursos do Auxílio Emergencial foram destinados à metade dos domicílios com mais baixos rendimentos per capita no estado, de até R$ 374,9 por mês. Entretanto, aproximadamente, rca de 476 mil pessoas dos grupos de rendimentos mais baixos no estado não receberam o benefício. Esse índice representa 19,8% do total da população de baixa renda em toda a Bahia.

Por fim, a pesquisa também destacou que o recebimento do auxílio representou um aumento do poder aquisitivo da população baiana no mês de maio. Cerca de 25,9% de crescimento no rendimento domiciliar per capita médio dos baianos, que passou de R$ 628,7 para R$ 791,5 (mais R$ 162,8).

0 0 voto
Article Rating