Bitcoins: polícia prende 9 suspeitos de integrar quadrilha que aplicou golpe em seis estados

O grupo criminoso é investigado pelos crimes de estelionato, associação criminosa, lavagem de dinheiro e falsificação de documento particular.

A Polícia Civil deflagrou uma operação, nesta quinta-feira, 05, contra uma quadrilha suspeita de aplicar golpe em seis estados.

Segundo o G1, em Curitiba e região, nove pessoas foram presas, entre elas, um agente penitenciário. Ao todo, foram expedidos 11 mandados de prisão temporária.

Conforme a polícia os alvos da organização criminosa eram investidores de bitcoins. O prejuízo estimado passa de R$ 1,5 bilhão. O golpe era aplicado por meio de uma empresa com sede em Curitiba.

O grupo criminoso é investigado pelos crimes de estelionato, associação criminosa, lavagem de dinheiro e falsificação de documento particular.

Os estados em que houve vítimas são: Paraná, Amapá, Maranhão, Minas Gerais, São Paulo, Bahia.

Até o momento  quinhentas vítimas já foram identificadas, mas, conforme a Polícia Civil, o número pode chegar a cinco mil.

O  grupo mantinha a empresa que oferecia serviço de investimento em bitcoins. Os suspeitos ficavam com o dinheiro e não devolviam nada às vítimas.

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*