Bolsonaro critica multa de 40% do FGTS em demissão sem justa causa

Segundo Bolsonaro, 'é quase impossível ser patrão no Brasil'.

Foto : Marcos Corrêa/Divulgação

O presidente Jair Bolsonaro afirmou nesta sexta-feira (19) que o governo estuda o fim da multa de 40% sobre o Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (FGTS) para demissão sem justa causa e imediatamente em seguida disse desconhecer o assunto.

Bolsonaro fez a afirmação em entrevista depois de participar do evento religioso “Conquistando pelos olhos da fé”, na igreja Sara Nossa Terra, em Vicente Pires, no Distrito Federal.

Questionado se a multa iria cair, respondeu: “Está sendo estudado, desconheço qualquer trabalho nesse sentido”. Antes, Bolsonaro havia criticado a multa:”Essa multa de 40% foi quando o Dornelles era ministro do FHC. Ele aumentou a multa para evitar a demissão. O que aconteceu depois disso? O pessoal não emprega mais por causa da multa”, declarou.

Segundo o presidente, “é quase impossível ser patrão no Brasil”. Para Bolsonaro, o empregado não pode considerar o patrão como inimigo. Segundo ele, o funcionário precisa “olhar o patrão como pessoa que tem que prosperar para melhorar o salário dele”.

38 Comentário

  1. Isso é bom para os imbecis que botaram ele lá ver, tomara que tire vários direitos, deixe a maioria na merda sem ter até o que comer, e assim que essa cambada de Pirus i baba ovos de políticos gostam , quanto mais sofrer melhor para eles.

    • Os trabalhadores tem e que acorda enquanto a tempo. Vamos para a rua nos movimentos pelas manutenção do nossos direitos , que já perdemos muto.as empresas já começaram a tira direito e diminuir salarios. Em vez de fica de ba, bla, bla. Em redes sociais.

  2. Trabalho infantil.. Reforma previdenciária benefícios somente para empresários e banqueiros acabar com 40% do FGTS.. vivemos uma ditadura cego quem não ver…a intenção é o pobre virar escravo e trabalhar resto da vida ah..cortou 21 tipo de remédios para câncer..no Brasil ninguém passa fome..as famílias de baixa e media não tem vez estamos no começo do governo isso é pesadelo.

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*