Nesta terça-feira (4), a Polícia Civil destacou que trabalha na tentativa de identificação de mais uma vítima do rompimento da barragem da Vale, em Brumadinho, na Região Metropolitana de Belo Horizonte, que aconteceu no dia 25 de janeiro do ano passado.

De acordo com a polícia, o trabalho é feito por equipes da antropologia legal e da odontologia-legal, tendo em vista que esse métodos são considerados mais rápidos. A corporação, disse ainda que o DNA da vítima também já foi coletado e as análises estão ocorrendo simultaneamente.

Se confirmada a identificação, o número de desaparecidos pode cair para 10 e o de vítimas fatais identificadas aumenta para 260. Estes números seguem sem alterações desde de dezembro de 2019.

O Corpo de Bombeiros têm realizado buscas na região do rompimento, na Mina do Córrego do Feijão, há mais de 360.

0 0 voto
Article Rating