Caixa Econômica altera modelo de financiamento e facilita compra de imóveis

A taxa mínima cai de 10,25% para 9% ao ano, enquanto a fatia do valor do imóvel a ser financiado sobe de 50% para 70%

Caixa Econômica Federal
Trabalhadores nascidos em outubro podem sacar o PIS a partir de hoje

Redução nos juros e aumento no percentual do valor a ser financiado para compra da casa própria. Essas foram as principais mudanças promovidas pela Caixa Econômica Federal (CEF), resultando em uma maior facilidade na aquisição da casa própria. A taxa mínima cai de 10,25% para 9% ao ano, enquanto a fatia do valor a ser financiado sobe de 50% para 70%.

Consultores ouvidos pelo G1 afirmam que a iniciativa pode aquecer o mercado de imóveis que está há bastante tempo a espera de compradores. Mesmo assim, economistas frisam que comprar um imóvel para pagar a longo prazo exige planejamento.

Segundo o presidente da Caixa, Nelson Antônio de Souza, a redução das taxas de juros deve, de fato, estimular o mercado imobiliário e a geração de empregos. “Vai fazer com que se produza mais empreendimento na construção civil, com que tenhamos mais financiamentos imobiliários e isso tem em instância final a geração de emprego e renda”, afirmo Nelson Antônio ao G1.

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*