Acontece na manhã desta sexta-feira (28) o encontro de funcionários de cinco empresas prestadoras de serviços da Ford que não foram indenizadas com o fechamento da fábrica. Cerca de 1.500 prestadores lutam pela reparação durante um protesto em carreata pelo centro de Camaçari.

O representante da equipe e organizador, falou ao Bahia no Ar nesta semana e pede que o sindicato se pronuncie e que os danos sejam reparados. Jefferson Guimarães, da Magna Sinting, afirma que todos eram inclusos nos acordos anteriores, mas ficaram fora desse.

Segundo informações, foi pago até R$ 190 mil aos colaboradores. A busca é pela indenização da Magna Sintng, Magna Cosma, Sodecia Planta 2, Tenneco, e Sian. A Ford já fechou as portas e, segundo ele, está divulgando que todos já foram indenizados.

Veja fotos e vídeo:

0 0 votos
Article Rating