De acordo com informações atualizadas pela Prefeitura de Camaçari, na tarde da sexta-feira, 22 de janeiro, mais de 50 incêndios já foram registrados pela Defesa Civil do município até a terceira semana deste mês de janeiro.

O mais recente aconteceu na tarde da quinta-feira, 21 de janeiro, por volta das 17h30, na Av. Jorge Amado, ao lado do Parque das Palmeiras, sentido Hospital Geral. Segundo o órgão municipal, felizmente, o incidente foi logo controlada, após atuação da equipe de operações da autarquia municipal.

A Defesa Civil alerta que vidro, embalagem de quentinha e televisores são alguns exemplos de descarte indevido que acontecem em área de vegetação e podem desencadear focos de incêndios que, muitas vezes, chegam a provocar acidentes de grandes proporções.

“A gente pede que as pessoas não joguem lixo na floresta, pois no período do verão isso facilmente pode se transformar num grande problema”, frisou o coordenador da Defesa Civil de Camaçari, Ivanaldo Soares.

Ivanaldo também ressalta que o mais correto é que as pessoas deixem o material em sua porta e aguarde o dia da coleta desse material, realizada pela Secretaria dos Serviços Públicos (Sesp).

Campanha

Em virtude dos dados registrados recentemente, o órgão iniciou na sexta-feira a distribuição de 5 mil panfletos, durante uma ação educativa que vai percorrer ao longo dos próximos dias nos distritos de Camaçari.

Reprodução / Defesa Civil de Camaçari

A equipe operacional da Defesa Civil começou a atividade pelos condomínios que dão para o fundo da lagoa em Jauá. Depois será a vez de Barra do Pojuca, seguida por Jacuípe.

Em Arembepe, a ação se concentrará na área que beira o rio Capivara. Em seguida, a equipe da Defesa Civil parte para a sede, nas áreas do Parque das Mangabas, Machadinho, Cascalheira, Jardim Limoeiro, Parque Florestal, Mangueiral, Cristo Redentor, Parque Satélite e em parte do bairro da Bomba.

O centro da cidade também será contemplado nas localidades Jardim Brasília, Camaçari de Dentro, e demais áreas que beiram o rio Camaçari.

Ademais, o gestor da Defesa Civil de Camaçari chamou a atenção da população sobre os trotes.

“Uma ocorrência real pode deixar de ser atendida em função de uma ação irresponsável dessa. Só usem o 199 em caso de necessidade real”, pediu Ivanaldo.

Em caso de incêndio, além da Defesa Civil pelo 199, o cidadão camaçariense também pode acionar o Corpo de Bombeiros, através do número 193.

0 0 votos
Article Rating