Camaçari: Dia Internacional Contra Homofobia é marcado por roda de conversa

O evento foi aberto ao público e aconteceu no Teatro Alberto Martins.

Foto: Ascom/Prefeitura de Camaçari

O Dia Internacional Contra Homofobia, comemorado no dia 17 de maio, foi celebrado de forma significativa em Camaçari. A Prefeitura Municipal, por intermédio da Secretaria de Desenvolvimento Social e Cidadania (Sedes), promoveu, na tarde da última sexta-feira (17), uma roda de conversa, aberta ao público no Teatro Alberto Martins.

Realizado pela Coordenadoria de Igualdade de Direitos e Combate à Discriminação, a ação teve como objetivo principal celebrar o Dia Internacional Contra a Homofobia, de maneira informativa e interativa, abrindo o debate para o tema “Pelo Direito de Ser Quem Somos!”.

Em formato de mesa redonda, o encontro foi mediado pela ativista Adeloyá Magnoni, que fez questão de abrir a tarde parabenizando o município pela iniciativa. “É muito importante quando o município ou a instituição que está regendo este local se preocupa em movimentar um evento como esse, em um dia que é apenas um marco, pois, pra gente que é LGBT, a luta é diária, não somente no 17 de maio. Parabéns a todos os envolvidos”, destacou.

Também estiveram presentes na roda de conversa, Márcia Tude, secretária de Cultura, Paulo Costa, presidente do Conselho Municipal de Saúde e fundador do Grupo Gay de Camaçari (GGC), Anira, digital LOKA influência e Washington Luan, psicólogo.

1 Comentário

  1. Eu vos pergunto: quem não é discriminado neste país?
    Amo as pessoas, só não concordo com os pecados que elas cometem ou praticam. Não posso de maneira nenhuma concordar com o pecado, mesmo que seja meus filhos. Pra mim, o que vcs fazem tendo ciência, é problema de vcs e Deus no dia do juízo do Senhor. Ou eu sou a favor do Criador ou contra Ele. Sempre serei a favor do meu Senhor, pois ele tem promessas para a vida de quem o obedece.
    Finalizando, façam o que quiseres de vossas vidas, eu servirei ao Senhor com temor e a Ele sempre serei fiel!

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*