Camaçari: prefeitura auxilia moradores de Arembepe e Jauá após danos provocados pelo mau tempo

Em situações de emergência, a população deve acionar a Defesa Civil através do telefone 199.

A Prefeitura de Camaçari, através da Defesa Civil e da Secretaria de Turismo (Setur), informa que está prestando auxílio aos moradores, pescadores e comerciantes que estão sofrendo com as adversidades climáticas. Nesta segunda-feira, 22, a Defesa Civil realiza uma vistoria técnica para avaliar os danos causados pelo vento forte e mar agitado, no último fim de semana, a fim de tomar as devidas providências.

Com ventos fortes que chegaram a 70 Km/h e ondas de quatro metros de altura, estruturas de bares, restaurantes e hotéis foram destruídas, trazendo prejuízos às localidades de Arembepe e Jauá. Em Arembepe, oito imóveis foram atingidos entre eles os restaurantes Coló, Beco do Canal, Bar do Isqueiro, Ouro Fino e Mar Aberto. O Hotel Tubarão também teve parte da estrutura derrubada com o avanço do mar.

De acordo com o coordenador da Defesa Civil, Ivanaldo Soares, os trabalhos preventivos tiveram início na última sexta-feira (19/7) e no sábado (20/7) embarcações foram resgatadas, com auxílio de uma retroescavadeira e dos próprios pescadores. “Emitimos um alerta ao grupo de salva-vidas, mas o mau tempo foi rápido demais e por isso montamos uma força tarefa com outras secretarias, para garantir mais tranquilidade e assistência a todos”.

O titular da Prefeitura Avançada da Costa e vice-prefeito José Tude acompanhou toda ação desta segunda-feira. De acordo com Tude, a determinação do prefeito Elinaldo é de dar toda atenção possível e todo respaldo necessário, a fim de amenizar esta situação. “Estamos fazendo a avaliação dos prejuízos causados, para que a gente tenha condição de sugerir ao prefeito Elinaldo algumas medidas”, explicou acrescentando que, tanto os pescadores quanto os proprietários de barracas terão o apoio da Prefeitura para solucionar os problemas causados pelo mau tempo.

A vendedora Edileuza Souza da Conceição, que trabalha como ambulante na praia estava acompanhando a ação da Prefeitura. “Dependemos da praia, porque é daqui que tiramos o nosso ganha-pão. O prefeito está trabalhando pra resolver essa situação e está ajudando a gente que trabalha aqui no litoral. Vamos aguardar”, disse.

A ação ocorreu em Arembepe e em Jauá. Apesar do incidente, não houve registro de vítimas ou feridos. A Prefeitura permanece atenta e acompanha a situação in loco. Em situações de emergência, a população deve acionar a Defesa Civil através do telefone 199. A ligação é gratuita. As pessoas podem ligar ainda para (71) 3622-7755 ou para o celular corporativo (71) 98796-9858. O atendimento funciona em regime de plantão, 24 horas por dia.

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*