Camaçari: secretários municipais deixam o governo esta semana

Já estão confirmadas as mudanças na gestão da Sefaz, da Sedec e da Secad. Ainda não há informações sobre os nomes de possíveis substitutos

Prefeitura de Camaçari.
Prefeitura de Camaçari.

O secretariado municipal de Camaçari passará por grandes mudanças nos próximos dias. Até o momento, três secretários de importantes pastas já confirmaram que deixarão o governo. São eles: Renato Almeida, secretário da Fazenda; Reginaldo Paiva, secretário de Administração; e Sérgio Vilalva, secretário de Desenvolvimento Econômico. Essa primeira leva a debandar também inclui o subsecretário da Fazenda, Cosme Alves.

Em entrevista concedida ao programa Bahia no Ar nesta quinta-feira (05), o ainda secretário da Fazenda, Renato Almeida, admitiu que está em vias de desembarcar da gestão da pasta, inclusive revelando o dia em que será desligado formalmente do cargo de confiança. “Amanhã será o meu último dia de expediente em Camaçari”, anunciou.

Tranquilo – Questionado sobre os motivos da saída, Renato Almeida apresentou duas justificativa principais. “Primeiro, preciso retomar minha carreira de auditor fiscal no governo do estado da Bahia, visando o processo de aposentadoria. Além disso, já não encontrava mais as condições necessárias para o desenvolvimento dos projetos que eu tinha construído para Camaçari”, declarou, fazendo questão de ressaltar, porém, que deixa o cargo sem conflitos e que a relação com o prefeito Elinaldo não foi afetada. “A gente sai numa situação muito tranquila, o prefeito entendeu as minhas razões”, destacou.

Na ocasião, Renato também confirmou a saída do seu subsecretário, Cosme Alves, e do secretário de Administração, Reginaldo Paiva. “É verdade. Eles vieram comigo. Foram indicações feitas por mim ao prefeito Elinaldo e nesse momento entendemos que seria importante que o próprio prefeito ficasse numa situação em que pudesse escolher a equipe dele com mais tranquilidade e dentro do pensamento dele”, disse.

Favorável – Almeida ainda comentou sobre o trabalho realizado na gestão da secretaria, comentando que deixa o município “em uma condição fiscal muito favorável”. “Estou deixando o governo em uma condição fiscal muito favorável ao seu desenvolvimento, com recursos robustos em caixa”, declarou.

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*