Candomblecistas realizam Ebó Coletivo contra vereadora de Salvador

Protesto é contra o manifesto da vereadora durante homenagem ao falecimento de Makota Valdina Pinto na Câmara da capital.

Vagner Souza/BNews

A Frente Nacional Makota Valdina realizou, no fim da tarde desta segunda-feira (15), o ato político #EboColetivo. O evento é contra a vereadora Marcelle Moraes (Sem Partido).

No dia 19 de março, o vereador Marcos Mendes (PSOL) solicitou na sessão ordinária do Plenário Cosme de Farias, um minuto de silêncio em homenagem ao falecimento da porta voz das religiões de matriz africana Makota Valdina Pinto. 

Pouco depois de ser respeitado um minuto de silêncio no Plenário, a vereadora da capital pediu para “incorporar” à homenagem a morte de uma “rinoceronta” no zoológico de Salvador. A atitude causou indignação entre o povo de santo. 

9 Comentário

  1. Eu só queria entender a finalidade desse ebó, o que vai acontecer cim a pessoa, vai morrer, adoecer o que mesmo, pq dizer que está fazendo um ritual religioso contra um ser humano coloca essa instituição em xeque!

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*