Durante entrevista ao Bahia No Ar, o coordenador do Departamento de Polícia Técnica (DPT) de Camaçari, Ricardo Nery, falou sobre o trabalho realizado pelo órgão durante o período de elucidação do assassinato da menina Milena Alves, de 10 anos, que ocorreu na última quinta-feira, 17, no município.

Segundo o coordenador, todo o trabalho relacionado a este caso, foi feito em parceria com a Delegacia de Homicídios. Ele explicou também que após a notificação, equipes do DPT foram ao local do crime e analisaram toda parte física onde o mesmo ocorreu, além disso, coletaram materiais biológicos, como sangue, fluídos, fragmentos papilares (impressões digitais), peças de roupa. “Todos esses materiais precisam passar por uma análise laboratorial para que a gente possa consubstanciar todo o inquérito, com seus laudos e provar de forma cientifica a autoria delitiva do menor”, disse.

Sobre os prazos para que os resultados dos exames fiquem prontos, o coordenador explicou que o tempo varia porque vai depender do tipo dos exames e das amostras que serão analisadas. Ele acrescentou ainda, que muitas peças foram coletadas e catalogadas como provas do ocorrido e por conta disso, acredita que em dois meses todos os resultados já estarão prontos. “Nós estimamos que até em 60 dias todos os resultados estejam prontos e a disposição da autoridade policial”, disse.

Crime

A menina Milena Alves, de 10 anos, foi estuprada e morta na tarde da última quinta-feira, 17, na casa onde ela morava na Rua da Manoela, no bairro da Gleba A.  O corpo dela foi encontrado pela mãe que chegava do trabalho. O menor responsável pelo assassinato, identificado pelas iniciais J.S. S, de 17 anos, foi apreendido na noite de sábado, 19, na cidade de mata de São João.

Segundo a Polícia Civil, ele revelou que adentrou na residência e se escondeu no banheiro. Quando a vítima chegou da escola foi surpreendida pelo agressor. Após o abuso, ele matou a menina por asfixia. O menor relatou ainda, que observava a rotina da vítima há dois meses.

0 0 voto
Article Rating