Caso Neymar: polícia consegue mandado para apreender celular de Najila

A Justiça expediu mandado de busca e apreensão do celular de Najila Trindade após acatar solicitação da Polícia Civil. Segundo informações do UOL, a modelo, que acusa Neymar de estupro, não entregou o aparelho após promessa realizada em seu depoimento. No telefone, podem estar guardadas provas do caso.

Ela havia dito que entregaria o celular até às 20h (de Brasília) do dia 11 de junho (terça-feira passada).

As autoridades da 6ª Delegacia de Defesa da Mulher de São Paulo fizeram o pedido à Justiça para busca e apreensão para retirar o telefone no apartamento da modelo.

De acordo com o portal, há dias Najila não é vista no apartamento em que morava e que alega ter sido arrombado.

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*