Católicos protestam contra “palhaço da McDonald” crucificado em museu israelense

A obra, chamada “McJesus”, faz parte da exposição “Bens Sagrados” e foi criada pelo finlandês Jani Leinonen

A Igreja Católica em Israel pediu a retirada de obras que considera ofensivas no Museu de Haifa, entre elas uma representação da crucificação de Jesus, mas com o palhaço Ronald McDonald, da rede de fast-food McDonald’s. Protestos foram realizados na frente do museu e através de comunicados. As informações são do G1.

A obra, chamada “McJesus”, faz parte da exposição “Bens Sagrados” e foi criada pelo finlandês Jani Leinonen. Outros personagens representam Jesus na exposição, como o boneco Ken. A boneca Barbie aparece como a Virgem Maria.

“Entendemos que a exposição tem como objetivo criticar a sociedade de consumo, concordamos com essas críticas.No entanto, o uso abusivo dos fatos mais importantes da nossa religião cristã é inaceitável para muitos cristãos e não-cristãos”, afirmou, em comunicado, a Assembleia dos Ordinários Católicos da Terra Santa. Fonte: Istoé.

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*