Ceará registra 29 homicídios em 24 horas

Foto: Reprodução / TV Globo

Entre às 6h da quarta-feira (19) e às 6h de ontem (20), o Ceará registrou o período mais violento do ano. Segundo informações da Secretaria Estadual de Segurança Pública, no total, foram 29 assassinatos, em apenas 24 horas. Sendo valido ressaltar que o cenário acontece em meio ao motim dos policiais e bombeiros militares do estado, que buscam por aumento salarial.

A pasta destaca ainda que, de 1° de janeiro a 18 de fevereiro deste ano, a média, por dia, foi de seis homicídios no estado, sendo o dia 18 de janeiro a data mais violenta do ano quando ocorreram 17 crimes.

Na madrugada desta sexta-feira (21), a violência continuou, foram registrados pelo menos mais dois assassinatos. Um adolescente de 16 anos foi morto no Bairro Vicente Pinzón, em Fortaleza, e no Bairro José Walter, um tiroteio em uma praça deixou uma pessoa morta e outra ferida.

O governador do Ceará, Camilo Santana, determinou que policiais civis fizessem patrulhas nas ruas. O Governo Federal atendeu, a pedido do governador, e enviou tropas das Forças Armadas e Força Nacional para reforçar a segurança no estado, conforme a implementação da Garantia da Lei e da ordem (GLO).

Governo

A proposta do governo é aumentar o salário de um soldado da PM dos atuais R$ 3,2 mil para R$ 4,5 mil, em aumentos progressivos até 2022.

O grupo de policiais que realiza as manifestações reivindica que o aumento para R$ 4,5 mil seja implementado ainda nesta ano de 2020.

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*