Ceveró afirma que Dilma sabia tudo sobre Pasadena

Assista ao vídeo.

14106265

O ex-diretor da Petrobrás, Nestor Cerveró,  disse em depoimento prestado durante a delação premiada na Operação Lava Jato, que a presidente afastada Dilma Rousseff “sabia de tudo, o tempo todo”, sobre a compra da refinaria de Pasadena pela Petrobras. Cerveró ainda afirmou que se considera traído por Dilma, a quem ele considerava uma amiga.

Dilma presidia o conselho em 2006, época da compra da refinaria de Pasadena. Em 2014, ela atribuiu a Cerveró a culpa pela compra da refinaria, negócio que é alvo de investigações. Dilma disse que a diretoria internacional da estatal, que era comandada por ele, havia omitido cláusulas do contrato do conselho administrativo da Petrobras.

A Petrobrás comprou 50% da refinaria por US$ 360 milhões. Posteriormente, a estatal foi obrigada a comprar 100% da unidade, antes compartilhada com uma empresa belga, a Astra Oil. Ao final, o negócio custou à Petrobras US$ 1,18 bilhão.

Na delação premiada, Cerveró se queixou pelo fato de Dilma ter atribuído a ele a responsabilidade da compra e disse que a presidente afastada mentiu ao afirmar que não sabia de todas as cláusulas do contrato.

Ele deu a declaração ao ser questionado sobre uma fala do senador cassado Delcídio do Amaral, também em acordo de delação premiada, sobre Dilma ter indicado o nome de Cerveró para a diretoria financeira da BR Distribuidora.

“Primeiro que eu conheço a Dilma, e eu fiquei muito cabreiro, embora eu conheça a intimidade da Dilma com o Delcídio [ex-senador]. Se a Dilma gostasse tanto assim de mim, ela não tinha me sacaneado, desculpe a expressão, há um ano, quase dois anos atrás, quando fugiu da responsabilidade dizendo que tinha aprovado Pasadena, porque eu não tinha dado as informações completas. Quer dizer, ela me jogou no fogo, ignorou a condição de amizade que existia, que eu acreditava que existia, trabalhei junto com ela 15 anos, e preferiu, para livrar, porque estava em época de eleição, tinha de arrumar um Cristo. Então: ‘ah, não, eu fui enganada!’ Mentira! É mentira! Eu estou dizendo isso aqui, isso não tem importância para homologação, Dilma sabia de tudo o tempo todo”, afirmou Cerveró na delação.

Assista ao vídeo:

https://www.youtube.com/watch?v=I9m76NvY4K0&feature=youtu.be

 

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*