Ciro tenta conter mal-estar com DEM e PP após declaração polêmica

Ciro afirmou que antes de fechar aliança com as duas siglas era preciso acertar com PSB e PCdoB para garantir "hegemonia moral e intelectual" da chapa.

ciro gomes
O candidato apresentou quadro de sangramento urinário espontâneo

O pré-candidato à Presidência, Ciro Gomes (PDT), tenta contornar o mal-estar causado por declarações dadas por ele de que uma ampla aliança em torno de seu nome pode até incluir o DEM e o PP, partidos de centro-direita, desde que antes seja fechado acordo com o PSB e o PCdoB para garantir a “hegemonia moral e intelectual” da chapa.

De acordo com o Estadão Conteúdo, o comentário de Ciro foi feito na sexta-feira, em Buenos Aires . O mal-estar ocorreu porque, com a esperada desistência do presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), de concorrer ao Palácio do Planalto, o DEM e o PP estão justamente inclinados a apoiar a candidatura de Ciro.

Ainda conforme a publicação, a cúpula dos dois partidos, não escondeu a irritação com a frase do ex-ministro. Nos bastidores, a declaração de Ciro, deu a entender  que essas siglas seriam um apêndice de segunda linha em uma eventual dobradinha.

Para conter o princípio de crise, o ex-governador do Ceará Cid Gomes – irmão de Ciro – logo telefonou para dirigentes do DEM e do PP e procurou jogar água na fervura, sob o argumento de que tudo não passou de um mal-entendido. Cid desembarcará primeiro em Brasília. Nos próximos dias, terá conversas reservadas com políticos das duas legendas. A reunião de Ciro com eles será logo depois.

 

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*