Colaboradores da UPA dos Barris, em Salvador, paralisam parte das atividades hoje

Foto: Reprodução / SMS

No início da manhã desta quarta-feira (14) parte dos funcionários da Unidade de Pronto Atendimento (UPA) dos Barris, em salvador, pararam suas atividades em protesto contra o atraso no pagamento de salários. Entretanto, os trabalhadores informaram que os serviços de emergência foram mantidos e apenas parte dos demais atendimentos foi suspenso.

Em nota, a Secretaria de Saúde do Município (SMS) informou que a gestão encontra-se dentro do prazo legal previsto por contrato para pagamento da Fundação José Silveira, responsável pela gestão da UPA.

“Técnicos da SMS foram encaminhados ao local para notificar a empresa prestadora e verificar o motivo do suposto atraso dos salários dos trabalhadores do posto”, assegura o comunicado.

A fundação disse que aguarda da prefeitura o repasse dos recursos referente ao mês de junho, para que assim seja efetuado os pagamentos aos colaboradores.

Confira na íntegra a nota da SMS

“A Secretaria Municipal da Saúde informa que foi surpreendida com a paralisação parcial dos atendimentos na UPA Barris uma vez que a gestão encontra-se dentro do prazo legal previsto por contrato para pagamento da Fundação José Silveira, organização social responsável pelo administração e contratação de profissionais da unidade de emergência.  Técnicos da SMS foram encaminhados ao local para notificar a empresa prestadora e verificar o motivo do suposto atraso dos salários dos trabalhadores do posto.”

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*