Contra cortes no Censo, servidores do IBGE entregam cargos

Os servidores compunham o "mais importante núcleo técnico" ligado ao Censo Demográfico.

Foto: Divulgação

Após anúncio do corte no questionário do Censo 2020, os servidores públicos, políticos e ex-presidentes do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) demonstraram insatisfação e deram início à uma manifestação. De acordo com o Estadão, quatro servidores em posições de chefia entregaram os cargos em protesto contra a forma como a atual direção vem conduzindo os preparativos para o levantamento.

Segundo nota do sindicato de servidores do IBGE, os técnicos que pediram exoneração são Andréa Bastos, assessora da Diretoria de Pesquisas; Marcos Paulo Soares, coordenador da Coordenação de Metodologia e Qualidade; Barbara Cobo, coordenadora da Coordenação de População e Indicadores Sociais; assim como gerentes da área de demografia, como Leila Ervatti. Eles compunham o “mais importante núcleo técnico” ligado ao Censo Demográfico, segundo a entidade.

O anúncio foi feito durante o debate de lançamento da campanha Todos Pelo Censo 2020, no Rio de Janeiro, onde fica a sede do instituto. No evento, que reuniu cerca de 300 pessoas, três ex-presidentes do órgão fizeram a defesa pública da manutenção do Censo, da maneira como foi formulado pela equipe técnica: Roberto Olinto, Wasmália Bivar e Eduardo Nunes.

1 Comentário

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*