A surpreendente geração da Belga se despediu da Copa do Mundo deixando uma boa impressão. Neste sábado, em São Petersburgo, na decisão do terceiro lugar, A Seleção da Bélgica voltou a vencer a Inglaterra, agora por 2 a 0 sobre, e conseguiu seu melhor resultado na história das Copas, superando o quarto lugar de 1986. Na fase de grupos, a Bélgica já havia vencido os ingleses por 1 a 0.

Meunier, no primeiro tempo, e Eden Hazard, no segundo, fizeram os gols do jogo. Com o quarto lugar, a Inglaterra iguala campanha de 1990, melhor resultado desde o título de 1966, em casa. A grande final do Mundial será neste domingo, às 15 horas, entre França e Croácia.

Harry Kane se despede da Copa do Mundo com seis gols, dois a mais do que o belga Romelu Lukaku. O centroavante do Tottenham levará a Chuteira de Ouro para a Inglaterra – a não ser, claro, que seja superado por Griezmann ou Mbappé (França) que são os artilheiros com três gols, algo improvável. Na Croácia, Perisic, Mandzukic e Modric têm dois. Desde 1978, só uma vez o artilheiro da Copa teve mais do que seis gols – foi em 2002, com Ronaldo Fenômeno (fez oito e foi campeão).

0 0 voto
Article Rating