Corpo do jornalista Gil Gomes será enterrado na manhã desta quarta-feira em Guarulhos

Gil Gomes morreu na madrugada de terça-feira (16). Ele enfrentava um câncer de pâncreas e há mais de dez anos tinha sido diagnosticado com Mal de Parkinson.

O corpo do jornalista Gil Gomes, de 78 anos, será enterrado na manhã desta quarta-feira (17) no Cemitério Vertical de Guarulhos, na Grande São Paulo. O sepultamento deve ocorrer às 10h.

O corpo foi velado durante a madrugada na Capela Obelisco, em frente ao Parque Ibirapuera, Zona Sul de São Paulo. Gil Gomes morreu na madrugada de terça-feira (16) no Hospital São Paulo, na Vila Clementino. Ele enfrentava um câncer de pâncreas e há mais de dez anos tinha sido diagnosticado com Mal de Parkinson.

Na noite de segunda (15), o jornalista passou mal em sua casa, no bairro Jardim da Saúde, Zona Sul da capital. Ele foi socorrido por equipe do Samu e levado para o pronto-socorro. Ele deixa 4 filhos e 9 netos.

“Quando a gente está com pessoas queridas a volta, pessoa que amam, às vezes a dor ameniza muito mais. e ele estava com os familiares, os amigos, os colegas de trabalho, Eu acredito que isso possa, que isso veio a amenizar muito a dor que ele estava sentindo. o amor é o carinho que todos deram a ele”, afirmou Daniel Gil Gomes, filho do jornalista, ao G1.

O local definido para o velório, embaixo do Obelisco, um dos símbolos da cidade de São Paulo, se deve ao fato de o pai e o sogro de Gil Gomes terem lutado na Revolução Constitucionalista de 1932.

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*