Corpo do mestre de capoeira é enterrado sob clima de comoção em Salvador

O suspeito foi preso e pediu desculpas aos familiares

Foto: Arisson Marinho

Romualdo Rosário da Costa, de 63 anos, conhecido como “Moa do Katendê”, foi enterrado sob clima de comoção e revolta na tarde desta segunda-feira (8), no cemitério Quinta dos Lázaros, em Salvador.

Moa do Katendê foi morto a facadas, na noite do último domingo (7), após uma discussão política no Bar do João, no Engenho Velho de Brotas.

O suspeito foi preso e pediu desculpas aos familiares durante depoimento prestado à polícia.

Paulo Sérgio está custodiado na Delegacia de Repressão a Furtos e Roubos (DRFR), onde aguarda audiência de custódia.

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*