Em entrevista ao programa Linha Quente com Roque Santos desta segunda-feira (12), a vereadora Débora Regis (PDT) comentou sobre o processo de cassação de seu mandato, que acredita ter sido a mando da prefeita de Lauro de Freitas, Moema Gamacho (PT).

Débora diz que esse processo vem desde o início do mandato da prefeita, sendo o segundo processo que enfrenta, e alega que testemunhas foram compradas.

“Você percebe que é um desespero, ao invés de me derrotar na urna ela quer me derrotar no tapetão. (…) Ganhamos na primeira instância, todos os pareceres são favoráveis a mim”. Ela ainda revela que entraram com recurso e o processo foi pro Tribunal Regional Eleitoral da Bahia (TRE) pra ser julgado nesse mês ou no próximo.

Débora ainda comentou que acredita na justiça e que não é a perseguição política que vai tirá-la do cenário.

“Por que está querendo tirar Débora do cenário? Qual é a preocupação? Será que são pesquisas que ela mesmo vem fazendo e Débora tem pontuado de uma maneira assustadora pra ela? São essas questões que a população quer saber. Por que quer tirar uma vereadora tão atuante da cidade? Por que?”, ela finalizou.

Confira a entrevista completa:

0 0 votos
Article Rating