Defesa Civil de Camaçari pede que as pessoas fiquem em casa e reforça plantão 24h

Foto: Repordução

Na tarde desta quinta-feira (26), o programa Bahia No Ar (Rádio Sucesso 93.1) contou com a participação, por telefone, de Ivanaldo Soares, coordenador da Defesa Civil de Camaçari. Entre os assuntos abordados, ele destacou as ocorrências dos últimos dias no município e também abordou medidas de segurança que estão sendo adotas pelo órgão, em razão do novo coronavírus (Covid-19).

“A gente tem atendido muitas ocorrências nesses três dias, ontem [25] foram doze ocorrências. A gente já teve aí sete quedas de árvores em toda cidade, principalmente aqui na Costa de Camaçari. Nós estamos agora, nesse momento, com uma equipe, um engenheiro da Seinfra [Secretaria de Infraestrutura do Governo do Estado da Bahia], onde a gente tá levando em alguns pontos de alagamento, casas que estão alagadas mesmo. A gente pede que a população de Camaçari, nesse momento, além de se resguardar em casa, que ela possa ligar pra gente em qualquer situação de alagamento, de deslizamento de terra, ligar para o 199, que nós estamos aqui vinte e quatro horas. A gente reforçou o nosso call center, o prefeito [Elinaldo] tem me ligado constantemente, a situação em alguns locais é precária, porque a chuva foi muito forte, mas nós estamos com uma equipe dividida em toda cidade”, disse.

No momento da entrevista, inclusive, o órgão recebeu um chamado referente a uma árvore que caiu em uma localidade na sede municipal.

“Nós estamos agora constatando uma árvore que caiu na Jantes & Cia, a Coelba já está lá no local, pra retirar essa árvore porque quebrou duas redes de alta tensão”, contou.

Ivanaldo também lembrou a importância da população, com ações cotidianas, além de apontar que a previsão do tempo é de mais chuvas na cidade.

“Estamos pedindo também que as pessoas tenham consciência, que não joguem seu lixo nas portas, não botem seu lixo próximo as bocas de lobo, as construções que fizerem [entulho] não coloquem nas ruas. E nunca, nunca estacionar veículo embaixo de árvores, nem tampouco em fios de alta tensão. A gente tem visto aqui na orla ruas alagadas, as pessoas andando no meio rua, a gente aconselha que não ande, que pode ter uma boca de lobo aberta e ela cair. Mas, a tendência é chover muito mais, tem mais chuvas pra vir”, garante.

Segundo o coordenador da Defesa Civil de Camaçari, um trabalho de prevenção, feito anteriormente, não solucionou os problemas do município, mas foi um grande “divisor de águas” nesse momento de chuvas constantes e intensas.

“Nós fizemos uma prevenção anteriormente, limpando córregos, limpando bocas de lobo. Mas, o volume de chuvas é muito grande e a gente sabe que com chuva, o volume sendo grande, não tem cidade planejada. Mas, diminuiu muito o número de casos, de ocorrências, mas a gente tá tendo sim alguns problemas na cidade”, analisou.

Coronavírus

Ivanaldo ressaltou ainda como tem sido a rotina dos colaboradores nesse momento de combate ao novo coronavírus.

“Primeiro que é um trabalho de amor. Segundo, a gente tá acompanhando as orientações da Secretaria de Saúde, todo mundo com luvas, com máscaras. A gente tá orientando nossos agentes que tenham cuidado, mantenham distância. Só que nesse momento  a gente tá adentrando em muitas casas, porque são casas que telhado tá vazando, telhado quebrou, casa que desabou, no Phoc teve uma casa que desabou por inteira e a família deu muita sorte, viu o estalo e saiu. Então, muros que desabaram como, por exemplo, na Gleba B, e a gente tá orientando nosso povo que a gente só chegar junto se for no último caso, para retirar alguém desse alagamento ou que esteja preso dentro de casa, como foi um caso na Dois de Julho. A gente tá usando álcool em gel e água e sabão. Nós estamos andando com garrafões de cinco litros de sabão neutro pra tá lavando as mãos. E, pedir a Deus que as pessoas se conscientizem, porque todo trabalho é em função das pessoas”, esclarece.

Nesse momento, Ivanaldo fez um forte apelo à população.

“A Defesa Civil não pode parar, a gente não tem como tá de quarentena, a gente tem que tá nas ruas protegendo as pessoas. Mas, a gente pede que as pessoas fiquem em casa. Ontem [25] em Arembepe, na Fonte das Àguas, caiu uma árvore. A gente estava lá e as pessoas estavam nos bares. Eu tive que pedir que eles fechassem o bar, que fossem pra casa pra evitar aglomeração. A gente tá saindo na frente, poucos casos, o prefeito Antônio Elinaldo me ligou agora pela manhã perguntando como estava a situação e eu já falei com ele que está tudo tranquilo, a gente está nas ruas. Mas, a gente precisa da colaboração da população, a gente arrisca nossa vida pra salvar a vida das pessoas, mas o prazer que a gente tem é ver as pessoas em casa e seguindo as orientações da Secretaria de Saúde, que é muito importante. Além dessas chuvas, esse vírus é muito perigoso. A gente não pode deixar a nossa cidade entrar no caos”, finalizou.

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*