Defesa do Consumidor intima donos de funer√°rias em Salvador

Segundo delegada, den√ļncias apontavam falta de pre√ßos expostos para clientes.

Os propriet√°rios de tr√™s funer√°rias de Salvador foram intimados, nesta quinta-feira (20), a comparecerem na Delegacia de Defesa do Consumidor (Decon), na Avenida Carlos Gomes, para prestarem esclarecimentos sobre den√ļncias de irregularidades na venda de caix√Ķes e outros servi√ßos funer√°rios.
A informa√ß√£o foi dada pela delegada Idalina Otero, titular da Decon, que participou hoje de uma opera√ß√£o conjunta de fiscaliza√ß√£o com quatro √≥rg√£os da prefeitura: Coordenadoria de Defesa do Consumidor (Codecon), Guarda Civil Municipal (GCM) e as secretarias municipais de Desenvolvimento (Sedur) e Urbanismo e de Ordem P√ļblica (Semop).
Batizada de Juízo Final, a Operação teve como alvo às funerárias localizadas nos bairros do Centro, São Marcos e região da Suburbana. Nove autos de infração foram lavrados por falta de preço, falta de vidro fumê nas entradas, portas abertas e ausência do Código de Defesa do Consumidor expostos em alguns estabelecimentos.
A delegada Idalina Otero disse que a opera√ß√£o teve como objetivo apurar den√ļncias de irregularidades neste tipo de com√©rcio, que chegam √† delegacia e √† prefeitura. Segundo ela, novas opera√ß√Ķes dever√£o ocorrer nos pr√≥ximos meses em funer√°rias de outros bairros da cidade. ‚ÄúOs estabelecimentos que apresentavam irregularidades tamb√©m ser√£o visitados para verificar se as corre√ß√Ķes foram implementadas‚ÄĚ, ressaltou.

*SSP

Leia também:

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail n√£o ser√° divulgado.


*