O deputado federal Cabo Junio Amaral (PSL-MG) registrou uma notícia-crime contra Ludmilla na Polícia Federal solicitando uma investigação por conta de apologia às drogas, devido ao lançamento de “Verdinha”, em que a cantora faz referência à maconha. Ludmilla soube do caso pela internet e se pronunciou via Twitter. As informações são d jornal Extra.

“Milhões de brasileiros, desempregados, sem moradia, hospitais sem vagas, a violência predominante, poluição, a questão ambiental, a rede pública de educação miserável, mas o maior problema que o Brasil tem no momento é uma música que fala de alface. Brinca mais”, escreveu.

Na ementa, o deputado requer a aprovação de moção de repúdio contra a cantora por conta de apologia “à prática de condutas criminosas, como o plantio, a venda e o consumo de drogas”. “A influência que isso causa nos jovens é de dimensão trágica. Não podemos nos omitir”, disse o político.

Pelo Twitter, Amaral também se manifestou. “O tempo de assistirmos sentados essas ofensas às nossas famílias calados, acabou! Apresentei moção de repúdio na Comissão de Segurança, notícia-crime junto a Polícia Federal e representei tb no Ministério Público Federal a cantora por essa ‘música’ que faz apologia ao crime”, escreveu.

Apesar da canção ser sobre maconha, a cantora não usa a palavra na letra nem em nenhum material de divulgação. No clipe, a “verdinha” Lud aparece fumando e em meio à uma plantação de alface.

0 0 voto
Article Rating