Detento que comandou chacina em Portão será transferido para segurança máxima

A informação foi divulgada, no final da manhã desta terça-feira (17), durante coletiva de imprensa.

Foto: Alberto Maraux/Divulgação

O mandante da chacina que aconteceu em Portão, em Lauro de Freitas, em maio deste ano, Cláudio de Jesus Soares, 33 anos, o ‘Busco Peu’, foi transferido do Complexo Penitenciário de Mata Escura, em Salvador, para o Presídio de Segurança Máxima, na cidade de Serrinha. A informação foi divulgada, no final da manhã desta terça-feira (17), durante coletiva de imprensa.

Segundo a Secretaria de Segurança Pública da Bahia (SSP-BA), Busco Peu determinou que integrantes do seu bando fossem até Portão, no dia 18 de maio, para matar traficantes rivais. Eduardo Santos da Silva, 19 anos, capturado pela polícia, Mateus Santos de Jesus, 24, Paulo Robson Carvalho dos Santos, 30, e mais dois adolescentes, todos foragidos, chegaram na localidade e, como não encontraram o bando adversário, resolveram atirar contra um grupo que estava reunido.

“Eles precisam passar bastante tempo na cadeia pela crueldade que fizeram. Continuamos o trabalho para capturar os adultos e apreender os adolescentes foragidos”, disse o titular da Delegacia de Homicídios Múltiplos (DHM), delegado Odair Carneiro.

O comandante da 52ª Companhia Independente da Polícia Militar (CIPM/Lauro de Freitas), por sua vez, avisou que uma base do Pelotão de Emprego Tático Operacional (Peto) será instalada, até o mês de outubro, em Portão. “Assumi a unidade depois do ocorrido e desde então ampliamos o patrulhamento ostensivo naquela área. A população sabe que pode contar com a gente”, completou o oficial.

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*