Nesta terça-feira, 30, durante entrevista no programa Bahia No Ar, apresentando pelo radialista Roque Santos, o historiador e ex-militante do PT, Edvaldo Jr.  fez duras críticas a forma de fazer política adotada pelo ex-deputado federal, Luiz Caetano.

Júnior que recentemente se aliou ao grupo do prefeito de Camaçari, Elinaldo Araujo (DEM), afirmou que um dos motivos que contribuíram para sua saída do PT, foram as decisões tomadas simplesmente pela vontade de Caetano e que definiram os rumos do partido nos últimos anos.

” Não tem política nisso, isso é ditatorial. Eu sempre dizia, o PT precisa de plurarirade de ideias, a gente não pode viver 15, 20, 30 anos com o mesmo pensamento e sob a direção de alguém que sempre diz a gente o que tem que fazer”, falou.

Na ocasião o ex-petista disse ainda, que para ele, o ex-prefeito toma certas atitudes porque quer sempre ter o poder na mão, inclusive usa sua força política para “coagir” vereadores, a direção partidária  e conquistar seus objetivos.  Júnior ressaltou que em seu ponto de vista, Caetano já deu sua contribuição para o município e por conta disso, deveria atuar como um “guru” e oportunizar que outros nomes do partido também tenham seu momento.

” Eu posso até está enganado, mas na minha cabeça, ele é alguém que quer sempre está no poder. Acho que na cabeça dele só pode ser ele e mais ninguém”, disse

 

0 0 voto
Article Rating