“É preciso flexibilizar o porte de arma para que as pessoas possam se proteger”, diz Bolsonaro

O presidente eleito disse ser favorável ao porte definitivo

Na noite desta segunda-feira (29) em entrevista exclusiva à TV Record, Jair Bolsonaro (PSL) defendeu o direito de um cidadão acima de 21 anos comprar arma de fogo, sem ter de renovar o porte rotineiramente.

O presidente eleito disse ser favorável ao porte definitivo. “Há um estado de guerra. A efetiva necessidade está comprovada pela violência”, disse.

Bolsonaro também afirmou que é preciso flexibilizar o porte de arma para que as pessoas possam se proteger melhor da insegurança presente em todos os locais.

“Quem tiver uma arma vai ser responsabilizado por ela. Quem quer fazer a maldade não precisa comprar a arma, é fácil comprar a arma de fogo. Temos de abandonar o politicamente correto. Achar que não ter armas melhora o país, não é isso. Arma de fogo garante a liberdade de uma pessoa.”

11 Comentário

  1. Apoiado.os bandidos mandam em tudo por que sabe que o trabalhador não tem como se defender. Hoje o cidadão de bem que mora em bairro pobre muitas vezes tem que fugir da sua casa pra não morrer e os motivos são muitas vezes uma besteira.

  2. Em sua decisão, o magistrado afirmou que o soldado da PM Manoel Landulfo Sampaio “demonstrou ser uma pessoa perigosa” e “mesmo sendo Policial Militar, aparenta, pelo que está neste APF, não ter apreço pela vida humana”.

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*