“É um momento de reter os gastos”, diz prefeito sobre cancelamento do São Pedro

Segundo o prefeito essa decisão foi tomada devido à greve dos caminhoneiros

Foto:Valfredo Silva

Nesta segunda-feira (28) o prefeito Diógenes Tolentino, durante entrevista para equipe de reportagem do Bahia no Ar, falou sobre os motivos da suspensão do Arraiá das Viúvas.

Segundo o prefeito essa decisão foi tomada devido à greve dos caminhoneiros que alterou a economia em todo país, a partir dessa medida, todos os eventos festivos dos próximos 60 dias estão suspensos.

“Tomamos essas medidas de baixar um decreto em caráter emergencial para o bom funcionamento da gestão pública. Estamos em um momento de incerteza, e com o movimento dos caminhoneiros eu enquanto prefeito e governante da cidade de Simões Filho tenho que tomar as medidas de caráter preventivo”, disse.

“A gente não sabe como vai ser a arrecadação do município e diante dessa incerteza eu fiz uma reunião com o procurador, com o secretário da fazenda junto com o secretario da administração e tomamos medidas para garantir a continuidade do serviço público para que não seja prejudicial para nossa comunidade Simõesfilhense”, garantiu.

“Não sabemos o que vai acontecer nos próximos dias, espero que a situação venha a se reverter e a questão dos caminhoneiros e toda política administrativa entre em consenso para que não haja descontinuidade do serviço público”, disse.

De acordo com Dinha, a principal preocupação é que seja garantido o serviço público e que não falte nada para população. “Havíamos feito um projeto para resgatar a festa de São Pedro, de forma que houvesse atrações de peso, mas por razões preventivas junto com o vice-prefeito pensando na garantia dos serviços públicos decidimos fazer alguns cortes”, afirmou.

“O valor para realização do São Pedro seria entre 750 mil e 800 mil reais. Esse dinheiro vai ser relocado para recuperação das ruas, dos bairros, dos equipamentos públicos e também será uma reserva que a gente vai fazer, pois é um momento de reter os gastos”finalizou.

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*