Encontro marca Dia Internacional da Pessoa com Deficiência em Camaçari

O I Encontro Sentir na Pele contou ainda com palestra sobre o mundo da inclusão e possibilidades de acesso.

Celebrado nesta terça-feira, 03, o Dia Internacional da Pessoa com Deficiência foi lembrado com o Encontro “Sentir na Pele”, promovido pela Secretaria de Desenvolvimento Social e Cidadania (Sedes), através da Gerência de Serviços para Pessoas com Deficiência.

Segundo o gerente de Serviços para Pessoas com Deficiência, João Rosendo, o objetivo do evento é mostrar a vivência do cotidiano da pessoa com deficiência. “Esse é o nosso primeiro encontro Sentir na Pele, e nossa última ação de 2019. Fizemos isso aqui hoje, para mostrar pra sociedade, para os profissionais da rede, as dificuldades que os portadores de deficiência enfrentam. O evento foi feito com todas as instituições e pensamos juntos esse encontro”, explicou.

Na abertura do evento, uma apresentação teatral dos servidores do Centro Especializado de Reabilitação (CER II/Cempre), abordou sobre o tema “Inclusão: como somos vistos”, em seguida dando continuidade ao encontro, uma apresentação de alunos da Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais (APAE), tratou sobre “Me vejo em você”. A manhã contou ainda com a apresentação cultural dos alunos da Pestalozzi, e da Associação de Surdos de Camaçari (ASCAM).

Para finalizar, os profissionais do Centro de Apoio e Educação Inclusiva (CAEI), realizaram uma vivência com alguns dos presentes, intitulado de – Um dia na minha pele. Na ocasião, a gestora da Sedes, Andréa Montenegro, umas das participantes da dinâmica, relatou sobre a sensação de ter a deficiência visual. “Uma sensação que todos deveriam vivenciar. Se eu já tinha uma olhar sensível para esse público, depois do que vivi aqui hoje, meu cuidado será ainda maior”, salientou.

O I Encontro Sentir na Pele contou ainda com palestra sobre o mundo da inclusão e possibilidades de acesso, conduzido pela equipe do Acessuas Trabalho, e outra com o tema o Mercado de Trabalho x Inclusão, abordada pela equipe do Centro de Integração e Atendimento ao Trabalhador (CIAT).

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*