Nesta terça-feira, 31, o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) divulgou as regras para o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2020.  Este ano, a prova será aplicada nas versões impressa e digital. As inscrições para as provas ocorrem de 11 a 22 de maio.

Em meio ao momento que o país atravessa por conta da pandemia do novo coronavírus, o ministro da Educação, Abraham Weintraub, escreveu em uma rede social que “Vai ter Enem!” e afirmou que os estudantes devem continuar se preparando para o exame.

Esta será a primeira vez que o Enem será aplicado em uma versão digital. A adesão dos candidatos será opcional no ato de inscrição, até um total de 100 mil participantes – o dobro da previsão inicial, de 50 mil pessoas. A estimativa do governo é que, até 2026, o Enem seja 100% digital.

De acordo com o G1, o  edital mantém a data de aplicação da prova impressa divulgada anteriormente: 1º e 8 de novembro.  A data do Enem digital também está mantida: será em 11 e 18 de outubro.

Quem quiser participar do Enem 2020, mas faltou à edição de 2019, terá que justificar a ausência de 6 a 17 de abril, mesmo período de solicitação da taxa de inscrição.

 

 

0 0 voto
Article Rating