Enfermeira é presa por suspeita de tentativa de homicídio contra recém-nascidos

Mulher é  suspeita de romper, intencionalmente, cateteres inseridos em recém-nascidos que se encontravam em  UTI Neonatal.

Uma enfermeira suspeita de tentativa de homicídio de quatro recém-nascidos em um hospital particular de Bangu, na Zona Oeste do Rio, foi presa por policiais da Delegacia da Criança e Adolescente Vítima (DCAV)  nesta quarta-feira, 02.

De acordo com as investigações, a mulher rompeu, intencionalmente, cateteres inseridos em recém-nascidos que se encontravam em incubadoras na UTI Neonatal.

Segundo o G1, imagens de uma câmera do Hospital Real D’Or, em frente ao leito de uma das vítimas, mostram a ação da enfermeira, que já foi afastada da unidade. Mesmo não estando no seu horário de trabalho, ela aparece nos locais dos crimes retirando os cateteres dos recém-nascidos.

No vídeo, ela se aproxima de uma incubadora, observa o estado de saúde de um bebê internado e entrega algo para outra técnica de enfermagem. Quando a técnica de enfermagem sai, ela se aproxima de novo da incubadora. Segundo a polícia, ela pega uma tesoura, corta o cateter e tenta esconder. A ação dura cerca de nove segundos.

Mais de vinte minutos depois, uma outra enfermeira se aproxima, ela coloca luvas pra atender a criança. Ainda segundo a polícia ela percebe o problema e se desespera. A polícia descobriu que Simone cortou os cateteres de bebês recém-nascidos pelo menos 4 vezes só na segunda quinzena de janeiro. As crianças correram risco de hipoglicemia e infecção e, por isso, a enfermeira foi indiciada por tentativa de homicídio. Na delegacia, Simone negou as acusações.

 

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*