Estátua inusitada de macaco é encontrada em Parque Marinho de Fortaleza

Foto: Reprodução (Labomar-UFC/Mar do Ceará/SEMA)

Pesquisadores do Instituto de Ciências do Mar (Labomar) encontraram no Parque Estadual Marinho da Pedra da Risca do Meio, em Fortaleza, uma estátua em forma de macaco com uma corda amarrada na cintura. O objeto, feito de concreto, estava a cerca de 25 metros de profundidade e chegou a confundir os mergulhadores que buscavam mapear os diferentes tipos de espécies que vivem na localidade.

Equipes do órgão realizam expedições com assistência da operadora de mergulho Mar do Ceará desde o dia 10 de julho deste ano. Presentemente, já foram realizados, aproximadamente, seis mergulhos entre 17 e 30 metros de profundidade. O objetivo é identificar e quantificar espécies no fundo do mar e aferir temperatura, oxigênio e salinidade através de coletas de água. Com informações portal G1.

Espécies

De acordo com o professor e coordenador da Labomar, Marcelo Soares, pelo menos 200 espécies vivem na área do Parque Marinho. Contudo, o número pode aumentar após o término do Plano de Manejo da unidade de conservação, cujo documento mostrará a situação dos animais, condição do ambiente, aspectos de poluição e ações de preservação.

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*