Eva Luana posta vídeo de agradecimento após condenação de padrasto

Thiago Oliveira Alves, o padrasto de Eva, foi condenado a 35 anos e 21 dias de reclusão em regime fechado e a um ano e três meses de detenção em regime aberto.

A estudante Eva Luana,  que ficou conhecida em todo país após relatar na internet, uma série de abusos praticados por seu padastro no município de Camaçari, utilizou sua conta do Instagram na manhã desta quarta-feira, 21, para falar sobre a condenação do seu agressor e agradecer todo apoio que recebeu desde que sua história foi divulgada.

Em um vídeo postado na rede social,  Eva disse que a justiça foi feita  e que agora está “extremamente feliz e em paz”, pois se sente livre e segura.

“Eu venho aqui dizer meu muito obrigada a todos vocês, por terem me ajudado desde o inicio, por terem compartilhado minha história, por terem cuidado de mim mesmo a distância. Obrigada a todos”, disse.

Eva também agradeceu a Justiça da Bahia, aos promotores que atuaram no caso e ao seu advogado.  A jovem encerrou a gravação deixando uma mensagem de incentivo para as vítimas de violência e enfatizou a importância de pedir ajuda e denunciar o agressor.

A postagem que já tem mais de 42 mil visualizações, foi curtida e comentada por personalidades como a atriz Nanda Costa, a apresentadora Eliana e da goiana Barbara Penna, que teve seus filhos mortos, foi queimada e jogada pela janela por seu ex-namorado.

Condenação 

Thiago Oliveira Alves, o padrasto de Eva Luana, foi condenado pela Justiça a 35 anos e 21 dias de reclusão em regime fechado e a um ano e três meses de detenção em regime aberto. Thiago foi denunciado pelo Ministério Público do Estado da Bahia à Justiça e teve a prisão preventiva decretada em fevereiro deste ano. Ele foi condenado pelos crimes de lesão corporal no âmbito da violência doméstica, tortura e estupro de vulnerável. A decisão foi publicada hoje, dia 14, pelo juiz Ricardo José Vieira de Santana. O processo continua em segredo de Justiça.

Veja vídeo:

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*