Ex-presidente da Braskem é preso nos Estados Unidos

O motivo da prisão teria sido por conta das acusações federais de corrupção.

Foto: Divulgação

O ex-presidente da Braskem, José Carlos Grubisich foi preso nesta quarta-feira (20), em Nova York. O motivo da prisão teria sido por conta das acusações federais de corrupção, de acordo com uma autoridade norte-americana.

De acordo com a agência Reuters, Grubisich foi acusado de conspiração por violar uma lei de corrupção estrangeira dos EUA e por conspiração para lavagem de dinheiro. A informação foi divulgada por uma fonte que pediu anonimato porque não estava autorizada a discutir o caso publicamente.

Ainda segundo a reportagem, o executivo foi preso no aeroporto John F. Kennedy, em Nova York, disse a autoridade, e deve ser apresentado no tribunal federal do Brooklyn no fim do dia.

Um advogado de Grubisich não pôde ser encontrado imediatamente para comentar a prisão.

2 Comentário

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*